Destaque

Previsão do Tempo

5 HÁBITOS ALIMENTARES QUE VÃO BOMBAR EM 2018

Das suas promessas de ano-novo, uma delas era ter uma vida mais saudável em 2018? Pois bem, viemos aqui te ajudar nisso! O primeiro passo para conquistar esse objetivo é focar em uma alimentação saudável.
 
Mas nada de cair de cabeça em dietas exageradas! A ideia aqui é buscar alternativas para se alimentar melhor. Uma das tendências alimentares deste ano que poderá te ajudar são os clubes de assinaturas de alimentos saudáveis. Eles entregam caixas de produtos sem glúten, sem lactose, saudáveis, todos os meses, no endereço que você escolher. Mas se você acha que esse clubes são opções para quem tem muito dinheiro, está enganado.
 
A GlutenFree Box é uma dessas opções e está com uma promoção especial nesse início de ano. Quem assinar um plano trimestral, semestral ou anual ganha 50% de desconto utilizando o cupom METASAUDAVEL. Quer coisa melhor? Clique aqui e veja como aproveitar.
 
Vamos conhecer as outras tendências que vão bombar este ano:
 
1) Veganismo
 
Se você percebeu que o número de conhecidos que viraram veganos aumentou, não é só impressão. Estima-se que, hoje em dia, cerca de 5 milhões de brasileiros são adeptos do veganismo. O que antes era um sacrifício para achar locais com comidas que não levavam nenhum produto de origem animal, hoje já movimenta um mercado que cresceu cerca de 40% ao ano.
 
Esta dieta traz diversos benefícios à saúde, como explica a nutricionista Bruna Bellusci da Vegana Box, clube de assinatura de produtos veganos: “ao contrário do que muita gente pensa, não comer produtos de origem animal não é se alimentar mal. Existem boas fontes vegetais de proteína, só é preciso planejar bem a dieta”.
 
Não sabe como começar? É simples: aos poucos! “Comece alterando as refeições intermediárias, como o lanche da tarde. Já existem ótimas opções de snacks veganos”, conta Bruna. E a Vegana Box pode ser sua maior aliada nesse processo.
 
2) Clubes de Assinatura
 
Você sabe que o ideal é fazer lanches saudáveis no intervalo das principais refeições. Mas como conseguir isso? Quando bate aquela fome, confesse: você come lanchinhos que iriam decepcionar qualquer nutricionista.
 
Com os clubes de assinatura acabou a desculpa para não ser saudável. E o motivo é simples: eles entregam na sua casa produtos saudáveis e de qualidade, por um preço mais acessível do que o achado em mercados. É uma solução perfeita para fazer com que seja prático levar aquele lanche equilibrado para o trabalho e ainda ter tempo pro Happy Hour.
 
A GlutenFree Box, por exemplo, é o maior clube de assinatura de alimentação saudável do país com mais de 7 mil assinantes. Todos os meses, os clientes recebem em casa uma caixa com produtos livres de glúten e sem lactose para facilitar a dieta mensal.
 
Ficou com vontade? Use o cupom METASAUDAVEL e ganhe 50% de desconto nos planos trimestral, semestral ou anual.
 
3) Alimentos Orgânicos
 
Trocar os alimentos comuns pelas suas versões orgânicas tem sido uma maneira prática de mudar o cardápio e deixar o dia a dia mais saudável. Por serem cultivados sem agrotóxicos, “os alimentos orgânicos oferecem mais sabor e nutrientes. Consequentemente, têm mais benefícios à saúde”, atesta a nutricionista Bruna Bellusci.
 
A venda de orgânicos cresceu 20% em 2017, o que comprova que muita gente tem buscado essa alternativa. O que fica amargo nos produtos orgânicos é o preço pelo qual eles são vendidos – alguns chegam a custar até 40% a mais do que os outros alimentos, o que pesa no bolso de muita gente. Mas, se você quer começar sem grandes passos, pode ser uma boa opção.
 
4) Superfoods
 
Queridinhos de muitas influenciadoras on-line, os Superfoods têm se mostrado uma opção prática para quem está se iniciando numa dieta saudável. Cúrcuma, Maca Peruana, Matchá, Nibs de Cacau, Clorela e Spirulina são alguns superalimentos que, ingeridos em pó ou em cápsulas, prometem enriquecer os pratos e melhorar a saúde da noite para o dia.
 
Para quem não sabe, Supefoods são alimentos com poucas calorias, muitos nutrientes (mesmo em pequenas porções) e muito benéficos ao organismo. Podem ser consumidos no suco, iogurte e até mesmo no brownie.
 
Se você que está lendo isso não pratica nenhuma atividade física e está pensando: “Posso consumir esses alimentos?”. A resposta é sim! Mesmo quem não pratica exercícios pode se beneficiar com os superalimentos. A nutricionista explica: “Superfoods são alimentos ricos em nutrientes que podem fazer parte da dieta de todas as pessoas. É claro que quando associados à hábitos saudáveis, eles podem trazer ainda mais benefícios à saúde”.
 
5) Dieta Cetogênica
 
Depois da dieta low carb, agora a bola da vez é a dieta cetogênica. Queridinha entre celebridades, ela ajudou Kim Kardashian a perder os quilinhos a mais depois da gravidez de Saint, seu segundo filho.
 
Nessa dieta, o cardápio é reduzido ao máximo e são inclusas proteínas com moderação e alimentos ricos em gordura. O intuito é que o corpo, ao entrar em cetose, entenda que ele precisa queimar gordura ao invés de glicose (o que acontece em dietas ricas em carboidratos). Com isso o processo de emagrecimento é acelerado.
 
Vale dizer que antes de começar uma dieta tão restrita como essa, é fundamental consultar uma nutricionista para não correr o risco de ter deficiência de nenhum nutriente. Bruna Bellusci explica: “Não se deve iniciar uma dieta cetogênica sem o acompanhamento de um profissional porque como esta dieta reduz drasticamente o consumo de carboidratos e propõe um alto consumo de gorduras, se for feita da forma errada ou por um período muito longo pode causar mal-estar e problemas de saúde”. E ai, você teria coragem de encarar essa dieta?
 
Agora ficou fácil encarar uma alimentação mais saudável! Para dar mais um empurrãozinho para sua meta, separamos alguns produtos saudáveis com um preço que cabem no seu bolso.
 
Fonte: Catraca Livre

Publicidade

Fusionweb 

O melhor streaming para Rádio e Tv na Internet.

Hospedagem e desenvolvimento de Sites.

CLIQUE AQUI!

Ou ligue 41-3093-9979