Destaque

Previsão do Tempo

VINHO, CERVEJA E DESTILADOS AUMENTAM RISCOS DE DETERMINADO TIPO DE CÂNCER

Pela primeira vez uma entidade médica confirmou o que estudos e especialistas desconfiavam: bebidas alcoólicas são fatores que potencialmente aumentam o risco de câncer — e não só de um tipo.
 
De acordo com a declaração da Sociedade norte-americana de Oncologia Clínica (ASCO), divulgada no início de novembro na revista científica Journal of Clinical Oncology, o consumo das bebidas alcoólicas tem associação de causa com o câncer de orofaringe e laringe, esôfago, carcinoma hepatocelular, câncer de mama e de cólon-reto, além de pâncreas e tumores gástricos.
 
Ao contrário da orientação sobre cigarro e câncer, da qual os especialistas orientam os pacientes a não fumarem sob nenhuma circunstância, a orientação da entidade não condena o consumo das bebidas alcoólicas, mas pede cautela e moderação.
 
“O Comitê de Prevenção ao Câncer da Sociedade norte-americana de Oncologia Clínica acredita que uma posição pró-ativa da sociedade para minimizar a exposição excessiva ao álcool tem importantes implicações na prevenção ao câncer”, alerta a entidade no artigo divulgado.
 
A moderação é definida como até um drink por dia para mulheres e dois para os homens, também diariamente. Cerca de 5% a 6% dos novos tipos de câncer são gerados a partir do consumo de álcool, bem como as mortes pela doença, conforme estima a ASCO.
 
Diminua a taça de vinho: orientações dos médicos
 
Confira abaixo algumas das recomendações que a ASCO divulgou para diminuir o consumo excessivo de álcool, que podem ser adotadas por toda a sociedade:
 
1. Falar sobre o consumo de bebidas alcoólicas durante as consultas médicas ou em ambulatórios. Essas intervenções, ainda que breves, em adultos que bebem excessivamente têm se mostrado positivas para minimizar o comportamento.
 
2.  Regulamentar os estabelecimentos que vendem bebidas alcoólicas. Reduzir o número de lugares que vendem bebidas é, comprovadamente, uma estratégia efetiva para reduzir o consumo exagerado.
 
3. Aumento de impostos e valores das bebidas.
 
4. Limitar dias e horários nos quais a venda de bebida alcoólica é permitida.
 
5. Aprimorar a aplicação de leis que proíbem a venda de bebidas alcoólicas para menores de idade.
 
6. Limitar a exposição de jovens a anúncios de bebidas alcoólicas.
 
7. Incluir o controle no consumo de bebidas alcoólicas como estratégia de prevenção ao câncer.
 
Fonte: Gazeta do Povo

Publicidade

Fusionweb 

O melhor streaming para Rádio e Tv na Internet.

Hospedagem e desenvolvimento de Sites.

CLIQUE AQUI!

Ou ligue 41-3093-9979