Destaque

Previsão do Tempo

BEBÊ SE QUEIMA COM FIO DE CARREGADOR DE CELULAR E MÃE FAZ ALERTA NAS REDES SOCIAIS

Em um momento de descuido, a bebê de 19 meses da australiana Courtney Davis encontrou o fio do carregador do celular, conectado na tomada, e o colocou na boca. O susto foi grande quando o médico confirmou que a lesão formada no canto da boca da menina se deu à eletricidade e que não havia nada que poderia ser usado no machucado porque ela poderia lamber facilmente.
 
Assustada, Courtney fez uma postagem no perfil do Facebook alertando pais, avós e babás para os perigos de deixar o carregador de celular próximo à criança pequena. “Qualquer outro dia, meu carregador não estaria na tomada e ao alcance dela, mas várias coisas aconteceram naquele dia e eu não tive tempo de tirar. (…) Ela nunca tinha tentado colocá-lo na boca e ela nunca tinha brincado com o carregador. No único dia em que não estava fora da tomada, ela colocou na boca e teve um machucado severo”, diz.
 
A mãe ainda comentou que, no início, não queria tornar público o machucado da filha, mas depois de fazer uma postagem em um grupo de maternidade no Facebook e perceber que muitos pais não percebiam o perigo de deixar o carregador de celular próximo da criança, resolveu fazer o alerta. “Pais, avós, babás, etc. Por favor, coloquem os carregadores fora do alcance das crianças. Minha filha teve sorte, mas a próxima criança pode não ter a mesma sorte que ela.”
 
Queimaduras em crianças: cuidado deve ser constante
 
Das vítimas de acidentes no Brasil, as queimaduras ocupam o 4º lugar no ranking dos acidentes que levam à morte de crianças, de acordo com dados da ONG Criança Segura. Todos os anos, cerca de 300 crianças morrem vítimas de queimaduras, enquanto 20 mil são internadas nos hospitais pelo mesmo mal.
 
Embora o risco esteja presente, principalmente, na cozinha, a atenção dos pais deve estar na casa toda. Segundo a ONG, os principais perigos para queimaduras em casa estão nas seguintes situações:
 
– Tomadas que a criança possa ter acesso fácil;
– Fios desencapados em qualquer canto;
– Água muito quente na hora do banho do bebê;
– Líquidos combustíveis, como álcool, ao alcance das crianças;
– Escaldamento, na cozinha: quando a criança vira o conteúdo quente de panelas e recipientes em cima dela.
 
Cuidados essenciais
 
Por mais que o adulto fique sempre atento, basta um segundo de descuido para que a criança se machuque. Atenção a outros detalhes, alertados pela ONG Criança Segura, para prevenir acidentes com queimaduras em crianças:
 
– Evite que a criança chegue perto da cozinha, especialmente o fogão, quando estiver cozinhando;
– Não manuseie alimentos ou líquidos quentes com crianças no colo;
– Não use toalhas nas mesas;
– Desligue ferro, secadores, chapinhas de cabelo, aquecedores e outros aparelhos depois do uso, e os guarde longe do alcance das crianãs;
– Verifique a temperatura do banho do bebê com a parte de dentro do braço ou dorso da mão;
– Coloque protetores nas tomadas ou tire o bebê do alcance dessas áreas da casa;
 
Fonte: Gazeta do Povo

Publicidade

Fusionweb 

O melhor streaming para Rádio e Tv na Internet.

Hospedagem e desenvolvimento de Sites.

CLIQUE AQUI!

Ou ligue 41-3093-9979